Colégio Adventista Novo Mundo

Unidade - Jardim Novo Mundo

Goiânia - GO

Curiosidades

20/06/2013 às 09:17 | Dionisio Junior

Olimpíadas – símbolos e tradições

Aleksey Dmetsov/Fotolia

A cerimônia de abertura faz parte das tradições Olímpicas. Em Londres, na 30ª edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, teve um pouco de tudo: 007 contracenando com a rainha da Inglaterra, Mr. Bean, Paul McCartney, homenagem a Tim Berners-Lee (criador do www), voluntários de todo o país atuando como bailarinos, celebridades, representação brasileira, fogos, luzes, cores... Com certeza foi um espetáculo de “encher os olhos” de quem apenas acompanhou pela telinha, imagine quem teve a oportunidade de assistir ao vivo!

Definitivamente, foi uma festa com muita “pompa e circunstância”. Em todo início de Olimpíadas, a interrogação que pairava na mente de milhões de pessoas é: Como seria acesa a tocha olímpica? Este ano, cada delegação que desfilava trazia uma peça que posteriormente seria utilizada para compor a Pira Olímpica, cujo fogo deve arder enquanto durarem as competições, até a cerimônia de encerramento.

O percurso da tocha é outra tradição, introduzida nos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936. Começa no santuário de Olímpia, na Grécia e viaja pelo mundo (pelo menos nas últimas duas edições) até chegar ao local onde será realizada a cerimônia de abertura. Com o intuito de evitar protestos, Londres decidiu manter o percurso somente no Reino Unido. Foram 70 dias e 8.000 pessoas carregando a tocha. Vale lembrar que atualmente as tochas são mais resistentes e utilizam gases inflamáveis como combustíveis. Finalmente o fogo simbólico chegou ao Estádio pelas mãos de Steve Redgrave. O campeão olímpico recebeu a tocha de David Beckham, que chegou pilotando uma lancha no rio Tâmisa.

É também na cerimônia de abertura que desfilam representantes de mais de 200 países (número inclusive maior que a de países integrantes da ONU). A primeira delegação a apresentar-se é a da Grécia, homenageando a origem dos Jogos Olímpicos. A seguir entram os demais países, em ordem alfabética, no idioma oficial do país anfitrião. Por último entra a delegação local, fechando o desfile. Até 1908 os atletas que representavam seus países entravam e saíam de maneira desorganizada e foi, curiosa e coincidentemente em Londres, a primeira vez que os atletas desfilaram da maneira como acontece atualmente.

Divulgação

Outro símbolo é a bandeira olímpica. Criada pelo barão de Coubertin em 1913, seu fundo branco abriga cinco anéis que representam a união entre os cinco continentes. Com as suas seis cores podem ser compostas todas as bandeiras do mundo. A cor azul representa a Europa; a cor amarela, a Ásia; a cor preta, a África; a cor verde, a Oceania e a cor vermelha, a América. A bandeira olímpica é hasteada na cerimônia de abertura e arriada no encerramento. É então recebida pelo prefeito da cidade-sede, onde ficará guardada até as próximas Olimpíadas, que ocorrerão no Brasil.

 


O lema olímpico: Citius, Altius, Fortius (O mais rápido, o mais alto e o mais forte), de autoria do monge francês Henri Didon, foi introduzido em 1924, em Paris.

O hino olímpico, composto pelo grego Spyridon Samaras, com letra do poeta grego Kostís Palamás, foi adotado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em 1958. É executado durante a cerimônia de abertura e de encerramento.

Na Era Moderna foram realizados jogos 15 vezes na Europa, cinco vezes na América do Norte ou Central, duas vezes na Ásia e duas na Oceania. Londres, a atual cidade-sede acaba de entrar para a história olímpica como única cidade a sediar os jogos três vezes: 1908, 1948 e 2012. Em 2016 o maior evento esportivo do planeta será realizado no Rio de Janeiro. São esperados mais de 10.500 atletas de 205 nações ao redor do mundo para concorrer em 28 modalidades, além de milhares de profissionais de imprensa e turistas de todos os cantos do globo. Com certeza será uma grande festa para o esporte, e o melhor, em “casa”.

Compartilhe:

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Comentar:

Por favor, o assunto do seu comentário precisa ser relevante ao tema do artigo. Não use este espaço para fazer propaganda. Seu comentário será enviado a um administrador do site, após análise será publicado.